Mini escavadeira: quando investir nessa ferramenta?

Mini escavadeira: quando investir nessa ferramenta?

A mini escavadeira – ou escavadeira compacta – é, como o nome indica, uma versão mais leve das escavadeiras. Apesar do porte menor, sua potência relativa é frequentemente mais do que suficiente para executar as mesmas tarefa das escavadeiras grandes.

Assim, do mesmo modo que para os demais equipamentos, a decisão de compra de uma mini escavadeira depende de vários fatores: tipo de projeto, orçamento disponível, finalidade da máquina a ser adquirida, enfim.

Diante disso, elaboramos o artigo de hoje. Se você quer saber mais sobre o que é, que características são importantes e quando optar pela aquisição de uma mini escavadeira, continue conosco!

O que é uma mini escavadeira?

Uma escavadeira compacta, também conhecida por mini escavadeira, é uma máquina de porte mais reduzido do que as escavadeiras comuns, porém com a mesma finalidade.

Assim, a mini escavadeira pode ser usada para cavar valas, poços e buracos, derrubada de árvores ou demolição de construções. Portanto, deve ser manuseada por operadores qualificados.

Por seu tamanho mais reduzido, tipicamente as escavadeiras compacta são mais utilizadas do que outros tratores similares em projetos de pequeno ou médio porte, tais como jardins ou casas.

A principal vantagem de usar uma escavadeira compacta é sua grande potência de trabalho em um espaço pequeno. Dessa forma, também são utilizadas em espaços confinados ou onde haja restrição de movimento.

Isso porque têm uma área de rodagem (esteiras ou pneus) bem menor, o que as confere facilidade para serem manobradas. Apesar disso, são potentes, e capazes de dar conta de tarefas pesadas.

No entanto, para que todo o seu potencial seja devidamente aproveitado, existem dois tipos básicos de implementos que podem ser acoplados às mini escavadeiras: os que cavam buracos e os que realizam demolições.

Dessa forma, o tipo de implemento a ser escolhido depende do projeto onde a esse trator compacto irá operar. Inclusive, é possível que sejam necessários vários modelos de acessórios para executar a tarefa com sucesso.

Então, as categorias gerais de Implementos comuns de mini escavadeiras são:

  • Rodas ou rolos de compactação;
  • Lâminas compactadoras;
  • Pás escavadeiras;
  • Caçambas;
  • Brocas;
  • Rippers.

Em termos estruturais, as mini escavadeiras são semelhantes às suas versões não compactas. Tanto em uma quanto na outra, a cabine fica situada sobre uma plataforma giratória. Na cabine fica o operador, que pilota, manobra e controla o equipamento.

Logo, a maioria das cabines é capaz de rotacionar 360º. Para isso, no entanto, a pessoa que opera a mini escavadeira deve ser treinada para usá-la.

As escavadeiras compactas podem se locomover sobre rodas ou esteiras. As mini escavadeiras de pneu são utilizadas em terrenos sólidos e regulares, tais como concreto, estradas ou no interior de armazéns ou construções.

Por outro lado, as mini escavadeiras de esteira são usadas quando o terreno é acidentado, como ocorre no caso de colheitas florestais ou preparo de terrenos agrícolas em locais de difícil acesso.

Tais esteiras, também, podem ser de aço ou borracha, dependendo da dificuldade do terreno em questão. Esteiras de aço são usadas em locais de solo especialmente adversos ou em áreas suscetíveis a danos.

Nesse cenário, cada modelo de escavadeira terá vantagens e desvantagens, já que cada máquina é projetada para atuar em diferentes cenários. Antes de adquirir a sua, considere elementos como o local onde a mini escavadeira irá operar, o tipo de solo e o escopo do projeto a ser realizado. Também, leve em conta a recorrência da atividade.

Se você está pensando em comprar uma mini escavadeira para alugar para terceiros, verifique quais tarefas são mais requisitadas em sua região para elaborar um bom plano de investimentos.

Mini escavadeira: quando investir nessa ferramenta?

Quando investir na aquisição de uma mini escavadeira?

Essencialmente, uma mini escavadeira pode executar tudo o que sua versão maior realiza, porém em menor escala. Portanto, esse equipamento é ideal para projetos residenciais, de jardinagem ou em plantios de pequena escala.

Alguns exemplos de projetos para os quais as mini escavadeiras são indicadas são:

  • Demolir galpões ou outras estruturas pequenas;
  • Escavação de poços e valas de irrigação;
  • Cavar buracos, valas e trincheiras;
  • Escavação de lagos de jardim;
  • Reparar linhas de esgoto;
  • Arar terra e neve;
  • Terraplenagem;
  • Destocamento.

Em outras palavras, as mini escavadeiras são ideais para praticamente todo tipo de projeto que requeira escavações ou demolições grandes demais para serem realizadas com pás e picaretas. O que torna esses tratores compactos versáteis são as múltiplas possibilidades de implementos acopláveis.

Em acréscimo, uma grande vantagem das escavadeiras compactas é que as tarefas se tornam mais eficientes, fáceis e seguras, já que o uso adequado dos equipamentos reduz o risco de acidentes ou danos – desde que os operadores sejam devidamente treinados.

Partes que compõem uma mini escavadeira

Uma escavadeira compacta é uma versão um pouco mais simples do que a convencional. No entanto, as partes essenciais são as mesmas: estrutura, chassi e implementos.

A estrutura das mini escavadeiras são compostas de três conjuntos diferentes: chassi, trem de rodagem (rodado) e grupo de trabalho.

O chassi contém o compartimento do operador, o compartimento do motor, a bomba hidráulica e componentes de distribuição. Ela é ligada ao topo do trem de rodagem por um rolamento de giro.

O chassi, junto com o grupo de trabalho, é capaz de rotacionar ou girar sobre o trem de rodagem devido à válvula de distribuição hidráulica que fornece óleo aos componentes do rodado.

Aliás, o giro refere-se à rotação do chassi da escavadeira. Diferentemente de uma retroescavadeira convencional, o operador pode girar inteiramente o chassi e grupo de trabalho sobre o trem de rodagem para realizar a aplicação de materiais.

Já o trem de rodagem ou sistema de rodado consiste em esteiras de borracha ou aço, pinhões de direção, rolamentos, rodas intermediárias e componentes/estruturas associadas. O sistema de rodado suporta o chassi e o grupo de trabalho

Por sua vez, o grupo de trabalho de uma escavadeira compacta consiste na lança, lança de profundidade ou braço e implemento (trado, caçamba ou quebrador).

É conectado à frente do chassi por meio de uma moldura basculante que permite ao grupo de trabalho girar em torno do próprio eixo à esquerda ou à direita.

Também, a lança basculante independente é o grande diferencial da mini escavadeira. serve para escavamentos à distância, ao redor de obstáculos ou fundações, muros ou formas. Um uso secundário é circular ao redor de áreas muito estreitas para a rotação da cabine.

Outro componente importante da mini escavadeira é a lâmina de aterro, que é usada para gradagem, nivelamento, aterramento, terraplenagem e escavação de valas.

A lâmina pode ser usada para aumentar a altura dos montes de terra ou profundidade de escavação dependendo de sua posição em relação ao grupo de trabalho da escavadeira. Isso é outra característica que torna as mini escavadeiras muito versáteis.

Por fim, os implementos acoplados às máquinas compactas as tornam versáteis a vários tipos de aplicação.

Mini escavadeira: quando investir nessa ferramenta?

Que tipos de mini escavadeira existem?

Existem dois tipos de mini escavadeira disponíveis no mercado hoje: com giro traseiro – às vezes chamado de “chassi convencional” – e a rotação de raio zero. Veja a seguir como as duas se diferem:

Mini escavadeira de giro traseiro

Esse tipos de estruturas, também chamados de modelos convencionais de chassi, apresentam um contrapeso traseiro que estabiliza a mini escavadeira e contrabalanceia o peso na caçamba.

O referido contrapeso se estende por cerca de 15 cm ou mais além da largura das esteiras enquanto a máquina rotaciona durante a operação. O problema desse modelo pode surgir quando é necessário o trabalho em locais estreitos, tais como estradas. 

Por outro lado, devido à presença do contrapeso, são capazes de erguer mais peso e dispor de uma caçamba e braço mecânico maiores –  que contribui para um maior braço de alavanca. Esse tipo de escavadeira, também, é mais espaçosa e ergonômica para os operadores.

Mini escavadeira de rotação de raio zero

Esse modelo de mini escavadeira tem um tipo de contrapeso que móvel, que rotaciona na largura das esteiras da escavadeira, o que as torna mais fáceis de operar em corredores, estradas ou outros locais estreitos ou com barreiras que não podem ser removidas.

Uma grande vantagem desse modelo de mini escavadeira é que a manutenção é bem mais fácil, já que o conjunto todo é mais acessível ao nível do chão.

Dessa forma, a base de uma mini escavadeira é muito semelhante à de sua versão padrão. Porém, existem algumas diferenças cruciais que devem ser levadas em conta no momento da aquisição.

Mini escavadeira: quando investir nessa ferramenta?

Qual a diferença entre mini escavadeira e escavadeira?

Apesar de serem equipamentos com propósitos semelhantes, é importante entender as diferenças entre as escavadeiras compactas e as convencionais.

Mini escavadeiras são mais leves (entre 907 e 4082 kg versus 2000 a 81000 kg das convencionais) e menores, o que significa que têm menores áreas de contato com o solo.

Ou seja, causam menos danos, tais como compactação, rachaduras no asfalto ou concreto ou exposição do solo à erosão. A característica compacta das mini escavadeiras, também, as tornam mais indicadas para usos em locais movimentados, tais como cidades ou canteiros de obras com muitos funcionários.

Em contraste, uma escavadeira convencional pode ser um problema para a manutenção de dutos de encanamento ou em estacionamentos, por exemplo. Neste caso, o trator compacto, por ter maior capacidade de manobra, é capaz de executar o trabalho com maior precisão e segurança.

Porém, a principal diferença é a possibilidade de transporte. As versões compactas são bem mais facilmente transportadas de um local para outro, podendo ser carregadas na caçamba de um caminhão ou reboque.

A propósito, ao realizar o transporte de uma mini escavadeira, verifique se a caçamba ou reboque suportam o peso da máquina.

Também, o tamanho típico das caçambas das mini escavadeiras varia entre 30 a 61 cm (12 a 24 polegadas).

Outra grande diferença entre uma mini escavadeira e sua versão maior é a vida útil. Devido às condições de trabalho menos adversas, a durabilidade de uma escavadeira compacta é, em geral, maior.

Em comparação com as de tamanho regular, as mini escavadeiras têm algumas vantagens, que as tornam aptas para certos tipos de atividade. Por outro lado, dependendo do porte do projeto ou da obra, pode ser necessário o uso de uma máquina mais robusta.

Mini escavadeira: quando investir nessa ferramenta?

O que levar em conta na hora de escolher uma mini escavadeira para meu projeto?

A aquisição de uma mini escavadeira precisa ser justificada técnica e economicamente. Portanto, considere todos os fatores internos e externos à sua empresa possíveis antes de optar pela compra. Quer dizer, realize uma análise financeira adequada e proporcional ao investimento a ser feito.

Em alguns projetos, pode ser mais vantajoso optar pelo aluguel de uma mini escavadeira. No entanto, caso o interesse seja em adquirir um trator compacto para alugar para terceiros, é importante levar em conta alguns fatores técnicos e administrativos. Veja a seguir:

Selecionar um operador ou operadora treinado

Ainda que as mini escavadeiras tragam muitos benefícios a diversos tipos de obras construtivas, trabalhadores destreinados não deveriam operar uma mini escavadeira.

Erros de manobra podem não só causar acidentes e machucar pessoas como também danificar o equipamento e causar prejuízos financeiros e materiais.

Portanto, os funcionários devem entender bem como operar escavadeiras compactas antes de utilizá-las efetivamente em campo.

Ler o manual de operações da mini escavadeira

Quer você alugue ou compre uma mini escavadeira, certifique-se de compreender bem o manual de instruções do fabricante. Esse documento contém o passo a passo detalhado sobre o uso de todos os controles e a descrição do que tais controles realizam.

Verifique a existência de etiquetas de sinalização na própria máquina. Frequentemente, é possível encontrar avisos do fabricante no interior da cabine, avisando quando não usar ou a que sinais significam algum tipo de perigo na máquina.

Aliás, sempre verifique os fluidos refrigerantes e lubrificantes antes do primeiro uso e localize o extintor de incêndio.

Assim, ao ler o manual do fabricante, você e/ou seu operadores estarão diminuindo muito as chances de acidente devido ao uso incorreto da mini escavadeira.

Faça testes com a máquina

Após a leitura das instruções, é importante testar a máquina. Mini escavadeiras usam ou uma ignição padrão com uma chave ou teclado digital. Use sempre o cinto de segurança, mesmo que a velocidade das escavadeiras não seja alta.

Isso porque não é raro que essas máquinas tombem, capotem ou dêem solavancos que podem ferir seus operadores.

Desse modo, escolha um local apropriado para realizar seus testes. Em geral, o local ideal para os testes são áreas grandes e abertas com uma superfície nivelada.

Percorra todos os controles e se familiarize com a máquina, inclusive com a cabine de rotação. Nesse momento, é importante conhecer bem como é a resposta da lança aos controles bem como acostumar-se com dirigir sobre esteiras,

Assim, você deve optar por investir em uma mini escavadeira quando tiver em vista a realização de vários projetos de pequeno e médio porte. É o caso, por exemplo, da construção de jardins, lagos, instalação de dutos de esgoto, entre outros.

Também, é recomendada a aquisição de uma escavadeira compacta quando há algum serviço recorrente que permita o aluguel dessa máquina. Independente do caso, é importante realizar uma análise de investimento proporcional à sua escolha.

A versatilidade desses equipamentos é assegurada pela possibilidade de inclusão de vários implementos, tais como caçambas de diferentes aplicações, rippers, entre outros.

Para fazer a melhor escolha para seu projeto, conte com a Centro Oeste! Você conhece alguma característica importante de guindastes que deve ser considerada na hora de investir? Deixe sua opinião aqui nos comentários! Estamos à disposição para tirar suas dúvidas! Agradecemos sua confiança!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *