Máquina de mineração: como escolher a melhor opção?

Máquina de mineração: como escolher a melhor opção?

Uma máquina de mineração é usada para extrair matéria-prima de uma área de minério, o que exige a escolha de equipamentos de ponta. Cada tipo de minério exige um preparo específico para ser extraído da jazida, o que demanda a aquisição de equipamentos próprios para cada trabalho.

Isso quer dizer que as mineradoras precisam de um parceiro de negócios para apoiá-las em seus esforços, fornecendo equipamentos de ponta e técnicos qualificados –  responsáveis pela manutenção de máquinas ou equipamentos. 

Ficou interessado no assunto? Nesse post vamos explicar como escolher a melhor máquina de mineração para a sua empresa. Vamos lá? Acompanhe!

Como escolher a máquina de mineração ideal?

Como escolher a máquina de mineração ideal?

Todas as máquinas e equipamentos de uma mineradora devem ser projetados, montados e operados conforme o disposto nas Normas Reguladoras de Mineração – NRM. Também é preciso observar as especificações do fabricante. Os dispositivos de segurança seguem orientações específicas:

Dispositivos de segurança

Em uma máquina de mineração os dispositivos de acionamento e parada devem ser instalados de modo a permitir que o operador possa acioná-los na sua posição normal de trabalho. Além disso, em caso de emergência, o mecanismo deve possibilitar o acionamento ou desligamento por pessoas que não se encontram na cabine de comando. 

Esses dispositivos não devem estar posicionados em uma zona que acarrete riscos acidentais e nem em uma zona perigosa. Esses dispositivos devem impossibilitar o acionamento involuntário ou acidental.

Máquinas que funcionam de forma automática devem exibir dispositivos que permitam o desligamento de emergência. Esses equipamentos devem emitir um aviso sonoro sempre que pararem e voltarem a operar. 

Uma máquina de mineração de grande porte também deve emitir aviso sonoro sempre que começar a operar ou quando inverter seu sentido de deslocamento. Veículos que se deslocam em marcha à ré também devem emitir um sinal sonoro sempre que começarem a se movimentar.

É importante observar, no entanto, que a máquina de mineração que opera em áreas sinalizadas não precisa emitir alerta sonoro. Esses equipamentos precisam ainda fornecer proteção adequada ao operador.

Proteção adequada

Uma máquina de mineração deve proteger o operador contra quedas de objetos ou materiais que possam atingir a cabine. Além disso, o equipamento deve oferecer proteção contra o sol, a chuva e o vento.

Equipamentos que possuam motores de combustão interna só podem operar com óleo diesel caso transitem em locais bem ventilados ou possuam sistema de filtragem dos gases emitidos. 

Essas máquinas também devem exibir sistema de prevenção contra chamas ou faíscas, caso operem em locais onde haja presença de gases explosivos, inflamáveis ou que transportem explosivos.

Além disso, a máquina de mineração que opera nesses espaços deve analisar o ar exaurido em intervalos que não excedam a 1 mês nos pontos mais representativos da área de operação.

Os gases nitrosos, monóxido de carbono e dióxido de enxofre liberados pelos motores deve ser analisado a cada 3 meses. Esses dados devem ser registrados e mantidos em locais onde possam ser facilmente fiscalizados pelas autoridades competentes.

Perfurações com marteletes

Nas perfurações com marteletes pneumáticos é preciso contar com dispositivos capazes de firmar a haste. A utilização exclusiva das mãos é vetada.

A máquina de mineração que possa tombar, quebrar ou projetar materiais deve possuir dispositivos que protejam o operador. Todas as partes móveis presentes em máquinas e equipamentos devem ser protegidas, de modo que não possam ser alcançados pelos trabalhadores da mina.

Caso a proteção dessa máquina de mineração precise ser removida para a realização de testes ou para a manutenção, as áreas próximas devem ser isoladas e sinalizadas até que o equipamento seja remontado. 

Em locais sujeitos a explosão a máquinas de mineração que ali opera deve ser à prova de explosões.

Manutenção e abastecimento

A manutenção e o abastecimento também seguem regras específicas.

A máquina de mineração deve abastecida por operadores treinados. Durante essas ações, os operadores devem utilizar técnicas e dispositivos que garantam o segurança da operação.

Registro

Todos os equipamentos presentes na mina ou na pedreira devem possuir registro que exiba as características técnicas e a periodicidade das manutenções.

O documento também deve exibir as anormalidades, assim como as medidas corretivas adotadas e o nome do técnico ou da empresa responsável pela inspeção do equipamento. Esse registro deve permanecer a disposição da fiscalização por, pelo menos, um ano.

Ferramentas

Todas as ferramentas usadas na área da mineradora devem ser adequadas ao uso a que se destinam. O uso de ferramentas defeituosas ou danificadas é expressamente proibido.

Já as mangueiras e conexões usadas em equipamentos pneumáticos devem permanecer protegidas e presas aos tubos de saída ou entrada do equipamento. Além disso, esses dispositivos devem contar com ferramentas auxiliares que garantam a sua contenção, caso ocorra o desprendimento acidental.

Os condutores e mangueiras usados na alimentação de ar comprimido devem ser localizados em locais que minimizem a ocorrência de acidentes.

Máquinas e veículos pesados

Com exceção dos equipamentos que operam por meio de baterias, os equipamentos elétricos devem contar com sistema de duplo isolamento. Operações realizadas com o auxílio de máquinas e veículos pesados devem observar as seguintes medidas de segurança:

  • Máquinas e equipamentos pesados não devem operar em locais que comprometam a sua estabilidade;
  • A área de operação deve ser isolada e sinalizada. Somente os responsáveis devem ter acesso à área;
  • Antes da operação ter início, o operador deve se certificar de que a zona de perigo esteja vazia;
  • O operador deve tomar especial cuidado caso opere próximo a rede elétrica.

Máquinas e equipamentos pesados devem exibir em local visível e de fácil acesso à sua capacidade máxima e contar com uma cabine de comando confortável e que consiga reduzir os efeitos da vibração.

Equipamentos pneumáticos

Equipamentos sustentados por sistemas hidráulicos não devem ser reparados ou inspecionados. Também não devem entrar no calendário de manutenção da empresa. Na montagem e desmontagem de equipamentos pneumáticos é preciso observar os seguintes pontos:

  • Os pneumáticos devem ser esvaziados e o núcleo da válvula de calibragem removida antes da desmontagem;
  • O equipamento deve ser enchido dentro de dispositivo de clausura até criar uma vedação pneumática;
  • O dispositivo de clausura deve suportar um impactos de até 150% da pressão máxima especificada.

As hastes de abater choco devem exibir desenho ergométrico de modo a não causar sobrecarga muscular excessiva. Recipientes que contenham gases comprimidos devem ser acondicionados em locais bem ventilados e protegidos contra o calor e impactos acidentais.

Equipamentos de guindar

Uma máquina de mineração de guindar deve exibir:

  • A indicação da carga máxima permitida e da velocidade máxima de operação. O equipamento também contar com dispositivos que garantam a frenagem caso a velocidade máxima seja excedida;
  • Indicador e limitador de velocidade caso o equipamento opere com potência superior a 40 kw;
  • Freio de segurança e freio de emergência, caso o equipamento transporte pessoas;
  • Indicação da profundidade atingida, caso a máquina opere no subsolo.

Poços com guinchos devem ser equipados com dispositivos de bloqueio que evitem o acesso indevido e portões de acesso a cabine em cada um dos níveis. A máquina deve contar ainda com dispositivos que interrompam a corrente elétrica caso a cabine fique posicionada em local não permitido ou a velocidade seja ultrapassada.

Poços com guinchos devem contar com sinal mecanizado em cada nível e sistema de sinalização luminosa ou sonora que permita comunicar aos encarregados qualquer problema ou emergência.

O veículo de extração em subsolo deve ser capaz de se manter parado ao operar com cargas até 150% maiores que a carga máxima recomendada. O sistema de frenagem vertical deve ser acionado sempre que houver comando de parada ou o equipamento for desativado.

Esse mecanismo também deve ser ativado sempre que os mecanismos de proteção forem ativados ou que o limite de velocidade ou de carga forem ultrapassados.

O sistema de frenagem deve operar de modo a garantir que o veículo só se movimente caso esteja ligado. Os equipamentos de guindar devem ser montados conforme as especificações do fabricante e as normas técnicas vigentes.

Cabos, polias e correntes

Canos, polias e correntes que operem em poços e planos inclinados devem ser mantidos em perfeito estado de operação. Esses equipamentos devem seguir as normatizações técnicas do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – INMETRO.

Além disso, cabos, correntes e outros meios de suspensão devem observar os seguintes pontos:

  • Caso o veículo seja suspenso, o equipamento deve exibir uma resistência de 10 vezes a carga máxima;
  • O coeficiente de segurança deve ser de no mínimo 8 em relação à carga máxima;
  • Caso o veículo possa gerar acidentes, o coeficiente deve ser de no mínimo 6.

Esses índices, no entanto, podem ser alterados mediante responsabilidade técnica de profissional legalmente habilitado. A cada 6 meses devem ser realizadas medições para verificar se o posicionamento desses itens está de acordo com as características do projeto.

Além disso, os seguintes dados referentes a cabos, polias e correntes devem ser registrados:

  • Características mecânicas, composição e natureza;
  • Data das inspeções e o nome dos responsáveis;
  • Inspeções recomendadas pelo fabricante;
  • Data de instalação e dos reparos;
  • Capacidade de carga;
  • Nome do fabricante.

Todos os registros referentes as inspeções devem ser mantidos pela empresa por, no mínimo, um ano para a análise dos órgãos competentes. 

Um cabo sem fim só pode operar caso possua sistema de proteção anti-recuo e disponha de sistema de proteção nas partes móveis. Além disso, a partida do equipamento só pode ocorrer 20 segundos após o acionamento do sinal sonoro.

Transportadores contínuos através de correias

Sistemas de transportadores contínuos através de correias devem observar a necessidade da implantação de um sistema de frenagem. A tensão do equipamento deve ser analisada de acordo com a necessidade de cada projeto de modo a garantir a segurança dos operadores.

A construção de transportes contínuos deve observar o tensionamento do sistema e contar com dispositivos de desligamento ao longo de todos dos trechos de transporte.

Além disso, os transportadores devem possuir dispositivos capazes de interromper o seu funcionamento caso a correia se rompa ou ocorra a sobrecarga do sistema. A transposição por cima só deve ocorrer por passarelas dotadas de guarda-corpo e o trânsito por baixo só é permitido em locais protegidos contra queda de materiais.

Cada transportador contínuo acoplado a um britador ou alimentador deve estar equipado com trava de segurança capaz de interromper o fluxo da operação.

A Sany do Brasil

A Sany do Brasil

Uma máquina de mineração da Sany do Brasil é durável, resistente e muito confiável. Além disso, o equipamento segue todas as normas técnicas necessárias para garantir o seu pleno funcionamento e a segurança dos operadores durante o dia a dia de trabalho. 

Um máquina de mineração SANY do Brasil exibe inúmeros recursos tecnológicos e grande capacidade de carga, o que a destaca das marcas concorrentes. Além disso, o equipamento exibe design único e atraente.

Além de uma linha completa de escavadeiras, a Sany do Brasil oferece a uma empresa de mineração equipamentos como guindastes, compactadores, caminhões fora de estrada e carregadeiras.

Como exemplo, podemos citar a mini escavadeira SANY SY26U, projetada para operar em espaços pequenos ou em terrenos mais acidentados. Nessa máquina de mineração, os operadores podem desfrutar de uma cabine de pilotagem totalmente fechada e confortável enquanto realizam projetos de terraplenagem para vias de acesso à mina.

Seu design leve e formato compacto a torna versátil em campo e o fácil acesso a pontos de manutenção ajudam a reduzir o tempo de abastecimento.

O sistema de controle inteligente da máquina de mineração combina a saída da bomba com a potência do motor, o que reduz o consumo de combustível e torna o equipamento mais eficiente. Essa escavadeira, pode operar com esteiras de aço (operações fora da estrada) ou de borracha (operações em estradas), dependendo da condição de trabalho e do projeto.

O braço da máquina é de 1130 mm, proporcionando assim um alcance maior de escavação. A máquina de mineração conta com um capô acessível que permite abertura de maneira mais fácil, possibilitando que o operador realize manutenções diárias em solo.

Agora que você já sabe como escolher a melhor máquina de mineração para a sua empresa, que tal entrar em contato com a Sany do Brasil? Estamos à disposição para tirar suas dúvidas! Agradecemos sua confiança!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *